Trabalhe Conosco


Aviso Legal
Política de Privacidade
Mapa do site
Últimas Atualizações
Indústrias Romi S.A.
Avenida Pérola Byington, 56
Santa Bárbara d'Oeste -SP - Brasil
CEP 13453-900
Copyright © 2005-2012
Todos os direitos reservados

Cooperação nos investimentos em inovação e tecnologia da Companhia, com a aquisição de equipamentos e desenvolvimento de novos processos de usinagem, através do sistema de manufatura flexível instalado no parque industrial





Português brasileiro
English
Español

Notícias


No ranking das 500 Melhores Empresas da revista Dinheiro, Romi é líder em inovação e qualidade

27/08/2009  

 

Categoria: Inicio, Máquinas-Ferramenta, Injetoras de Plástico, Investidores, A Empresa

<b>A Companhia é a que mais investe no segmento dentre as empresas do setor de Siderurgia, Metalurgia e Mineração</b>



 


Na edição 2009 de “As 500 Melhores Empresas do Brasil”, da revista Dinheiro, a Romi, é a empresa brasileira líder no segmento de Inovação e Qualidade dos setores de Siderurgia, Metalurgia e Mineração.


 


Para escolher as melhores empresas deste segmento, a publicação avaliou 23 indicadores, como equipe dedicada ao controle de qualidade, pesquisa e desenvolvimento e marketing, variação do número de funcionários e despesa destas áreas, equipe dedicada a auditoria interna e SAC, entre outros critérios. A Romi liderou com 38,75 pontos, 2,25 a mais do que a segunda colocada.


 


A empresa investe, anualmente, cerca de 4% do faturamento líquido em pesquisa e desenvolvimento e detém um grande número de patentes no Brasil e no exterior. Sua área de P&D conta com cerca de 190 funcionários, em sua maior parte engenheiros mecânicos ou elétricos, e 70% do total só trabalha na criação de produtos.


 


O índice de máquinas novas vendidas pela Romi é alto. A receita operacional líquida decorrente de novos produtos foi de R$ 270 milhões em 2008 frente a R$ 234,3 milhões em 2007, o que representou uma média 38,8% e 37,1% da receita líquida operacional, respectivamente.  São considerados novos produtos todos os lançados nos três anos anteriores ao fim de cada período. A empresa avalia que os investimentos em pesquisa e desenvolvimento são de grande importância para seu crescimento e, principalmente, para manter seus produtos tecnologicamente atualizados frente aos concorrentes nacionais e internacionais.


 


Na área de qualidade, a empresa adota a metodologia Lean Six Sigma, uma poderosa ferramenta de gestão que tem a finalidade de aprimorar o desempenho organizacional e ampliar ainda mais sua excelência operacional, eliminando desperdícios, reduzindo custos e melhorando os processos administrativos e de manufatura.


 


Recursos humanos - A empresa ainda está em terceiro lugar no critério recursos humanos no ranking das melhores empresas dos setores de siderurgia, metalurgia e mineração. Neste segmento os indicadores avaliados foram de variação do número de funcionários, de terceirizados, despesas com salários, encargos e benefícios, entre outros.


 


O ranking da revista Dinheiro é elaborado a partir das respostas a questionários enviados a empresas de todo o País. Divididas em 25 setores econômicos, as companhias foram classificadas a partir de cinco critérios de gestão: inovação e qualidade, sustentabilidade financeira, recursos humanos, responsabilidade social e governança corporativa. Os dados são compilados, cruzados e analisados pela consultoria Trevisan.


 


Integrante do Novo Mercado da Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa), a Romi é a maior indústria brasileira de máquinas-ferramenta (tornos e centros de usinagem) e máquinas para processamento de plásticos (injetoras e sopradoras convencionais e de PET).


 
<- Voltar para: Notícias