Trabalhe Conosco


Aviso Legal
Política de Privacidade
Mapa do site
Últimas Atualizações
Indústrias Romi S.A.
Avenida Pérola Byington, 56
Santa Bárbara d'Oeste -SP - Brasil
CEP 13453-900
Copyright © 2005-2012
Todos os direitos reservados

Cooperação nos investimentos em inovação e tecnologia da Companhia, com a aquisição de equipamentos e desenvolvimento de novos processos de usinagem, através do sistema de manufatura flexível instalado no parque industrial





Português brasileiro
English
Español

Notícias


Começa a funcionar Escola Móvel de Torno CNC montada pela Romi e pelo Senai

12/02/2009  

 

Categoria: Inicio, Máquinas-Ferramenta, Investidores, A Empresa

<b>Unidade terá seis tipos de cursos em comunidades do Estado de São Paulo</b>



 


O Senai e a Indústrias Romi se uniram para criar uma escola móvel para ministrar cursos para operação de tornos com comando numérico computadorizado (CNC), expandindo os locais onde é possível fazer treinamentos técnicos. Instalada em uma carreta e com capacidade para ministrar aulas a 12 alunos por vez, a escola conta com um torno CNC Centur 30D cedido em comodato.


A Escola Móvel de Torno CNC percorrerá cidades onde haja unidades do Senai sem recursos para treinamento nessa modalidade, mas com demanda por profissionais. Além disso, poderá ir a empresas que necessitem de maior volume de treinamento nesta área e fazer treinamento interno. As primeiras aulas devem ser ministradas na cidade de Lorena, em março/2008.


O diretor de comercialização de máquinas-ferramenta da Romi, Hermes Lago, explica que o Centur 30D foi escolhido em comum acordo com o Senai por ser o torno CNC com maior parque instalado nas empresas de São Paulo e do Brasil. “Consequentemente é a máquina que provoca maior demanda de treinamento por parte de alunos e empresas”, diz Lago.


A Romi, líder brasileira no setor de máquinas-ferramenta e de máquinas para processamento de plásticos, realizou um investimento aproximado de R$ 200 mil na parceria. 


“A importância das escolas móveis está na sua facilidade de deslocamento e de instalação e por servirem como oficinas volantes para a realização das aulas”, diz o gerente do Centro Móvel de Formação do Senai São Paulo, Waldemir Amaro, conta que a previsão é atender entre 300 e 500 alunos este ano com a unidade.


Ele explica que serão ministrados seis tipos de cursos e que a maior demanda esperada é de indústrias que queiram treinar seus funcionários (80%) e o restante da comunidade (prefeituras, ongs, etc). A escola oferecerá os seguintes cursos: Programação de Torno CNC, Operação de Torno CNC, Programação e Operação de Torno CNC, Metrologia Básica para CNC, Trigonometria para CNC e Leitura e Interpretação de Desenho para CNC.


A Romi mantém relacionamento de mais de 50 anos com o Senai, desde o primeiro convênio firmado em 1958 entre esta entidade e a Fundação Romi, instituição sem fins lucrativos mantida pela empresa.  Em 2008, a Romi realizou outro convênio para ceder máquinas em valor superior a R$ 3,6 milhões para a Escola Senai Alvares Romi, em Santa Bárbara d´Oeste.


 
<- Voltar para: Notícias